“they” = “he or she”

Em português, quando falamos de uma pessoa desconhecida, usamos o pronome masculino (ou nenhum pronome). Por exemplo, “A escola tem um novo professor. Ele chegará na semana que vem.” Nessas duas frases, não conhecemos o sexo do novo professor, então usamos as formas masculinas; “professor” e “ele”. Muitos anos atrás, isso também era verdade nos […]

Continuar lendo


Respostas curtas usam o verbo auxiliar.

Existem dois tipos de perguntas: perguntas de sim/não e questões de informação. Perguntas de sim/não são perguntas que você pode responder com um simples “sim” ou “não”. Algumas vezes, estas são chamadas de “perguntas fim-fechado”. As questões de informação são questões que você deve responder com algo diferente de “sim” ou “não”. Algumas vezes, estas […]

Continuar lendo


“many” vs “much” – “count” vs “non-count”

Alguns substantivos nós podemos contar. Alguns não podemos contar. Esse é um conceito bastante simples. Por exemplo, “cadeiras”. Podemos contar cadeiras. Existem 6 cadeiras ao redor da mesa. Esses substantivos chamamos “countable nouns” ou “count nouns”. Mas “respeito”, você não pode contar o respeito. Você não pode dizer: “I have twenty five respects for John.” […]

Continuar lendo


Nova Categoria – Loucura Inglesa

Como na Terra (How on Earth!) alguém pode aprender este idioma? A ortografia é uma loucura! A pronúncia é insano! Gramática é incompreensível! O vocabulário é maluco! Há regras, mas TODAS têm EXCEÇÕES, às vezes muitas exceções! As postagens na nossa nova categoria, “Loucura Inglesa“, explorarão alguns dos aspectos loucos, insanos, incompreensíveis, malucos da língua […]

Continuar lendo


“Muito”: “very” ou “much” ou “many”

“John has very hats.” Se um falante nativo de inglês ouvesse alguém dizer isso, ele não entenderá. A palavra “very” vai o confundir. Mas esse tipo de erro é bastante comum e vem de um brasileiro traduzindo a palavra “muito”. Olhe, “muito” é tanto um advérbio como um adjetivo. Alguns exemplos: adjetivo: “Ele tem muitos […]

Continuar lendo